Home » Aves silvestres » Carcará
Carcará
Foto: Divulgação.

Carcará

A fauna brasileira é extremamente rica, dentre as muitas aves que existem o Carcará é uma das aves mais comuns encontradas no nosso país. Essa ave provoca muita atenção a ponto de ser tema de poemas e canções.

Também é conhecida pelos nomes: gavião-de-queimada, caracaraí, carancho ou caracará.

É uma ave de nome científico Caracara plancus e pertence à família Falconidae. Muitas pessoas a associam como parentes próximos da águia, mas se enganam, pois, essa ave está mais próxima taxonomicamente dos falcões, sendo considerado como um parente distante da família.

Habitat do Carcará

Essa ave geralmente vive solitária, em grupo ou em dupla. Em todas as situações prefere habitar os campos abertos, as savanas, proximidades das matas, as praias e em algumas exceções áreas urbanas. A sua prioridade é sempre habitar lugares onde haja facilidade de alimentação, pois são consideradas aves muito oportunistas.

É possível encontrar essa ave no centro do Peru, no sul da Bolívia, na Argentina e no Paraguai.

No Chile e no Uruguai também é possível achar algumas espécies fazendo seus ninhos. Já no Brasil o habitat do Carcará fica entre o sul do Rio Amazonas até o Rio Grande do Sul.

Características físicas do Carcará

O carcará é uma ave que mede cerca de 56 cm de comprimento. O seu peso varia em relação ao sexo das aves, sendo em média o peso de 834 gramas o macho da espécie e 953 gramas a fêmea. Também possui 120 centímetros de envergadura.

Quando jovem as penas possuem uma coloração de marrom claro com estrias mais escuras próximo ao peito e ao pescoço.

Enquanto a ave ainda é apenas um filhote possui um bico rosado, cinza e amarelado, já as suas pernas e pés expressam um tom acinzentado. Quando está voando o seu estilo de voo se assemelha muito ao do urubu que voa com batidas rápidas das asas.

Já na fase adulta a sua plumagem tem tonalidade preta e marrom a sua cabeça é branca e o pescoço permanece com as listras horizontais, o que provoca um efeito carijó. Possui garras longas e muito afiadas e pés e amarelados.

Alimentação

Alimentação Carcará
Alimentação do Carcará. (Foto: Reprodução)

O Carcará é uma ave onívora, ou seja, é uma ave que se alimenta de tudo.

Por ser considerada uma ave oportunista geralmente ela consome praticamente tudo que está ao seu redor, inclusive se alimenta de restos da matéria orgânica de peixes (suas vísceras) e outros pequenos animais jogados nos lixões ou nos portos.

Na sua dieta encontramos pequenos invertebrados, lagartixas, peixes, lagartos, aranhas, minhocas, cobras, filhotes de outras aves e seus ovos, mamíferos que estejam em estado de decomposição ou até mesmo grãos que estejam caídos pelo chão ao seu alcance.

Nada passa despercebido pelo carcará.

Reprodução do Gavião Carcará

Para se reproduzir, o macho nesse período pode realizar uma manobra bastante curiosa, ele poderá mudar a cor de sua face.

A euforia da reprodução poderá modificar o tom vermelho que o seu rosto naturalmente possui para um leve amarelado, no entanto apesar dessa mudança os cientistas não consideram isso como dimorfismo sexual.

Para a colocação dos ovos ele constrói um ninho com pequenos galhos e ramos, também pode usar gravetos ou fragmentos de ninhos abandonados.

A localização do ninho geralmente é no alto das árvores para evitar que predadores venham a se alimentar dos ovos do Carcará, é a sobrevivência da espécie que está em jogo.

Em média os Carcarás põem de dois a três ovos, sendo um pouco raro a postura de quatro ovos.

A aparência dos ovos é de pequenas manchas cor de vinho, marrons, brancas e vermelhas.

O casal se reveza durante o período em que os ovos estão sendo chocados, esse período dura em média 28 dias. Após saírem dos ovos os filhotes permanecem sendo cuidados pelos pais e depois de três meses iniciam as primeiras tentativas de voos.

Canto do Carcará

Essa ave é conhecida pelo seu canto constante de rak, durante os dias, inclusive quando a temperatura encontra-se muito elevada ou durante a noite ela voa até os galhos altos das árvores do seu habitat natural e é nesse momento que sua comunicação através do rák começa. Um canto constante.

Quando deseja demarcar território ou precisa existir uma comunicação entre o casal a ave dobra o pescoço e mantém a cabeça sobre as costas, nesse momento a estrofe de seu canto se torna semelhante ao seu nome caracará.

A fauna brasileira é bastante rica e com espécies que são muito peculiares, e é isso que torna tão magnífico a natureza do nosso país. No entanto é importante cada um fazer a nossa parte para preservar o meio ambiente para que assim não haja prejuízo em nenhuma área para nenhuma espécie.

Gostou do post sobre o gavião Carcará? Então compartilha esse conteúdo com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Veja também

tucano

Tucano

O tucano é uma das aves mais belas da natureza e está muito presente em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *