Ema
Foto: Reprodução.

Ema

A fauna mundial é composta de muitas espécies, cada uma possui uma particularidade e muitas semelhanças com outras. Você com certeza já viu um animal que se parece muito com um avestruz, com longas pernas, esse animal é a Ema.

A ema Rhea americana também recebe o nome de nandu, guaripé entre outros, é uma ave da família Rheidae (ela é nativas da América do Sul), uma característica muito marcante nessa ave é que sua espécie é incapacitada de voar).

Nesse artigo, detalharemos um pouco mais sobre esse curioso animal.

Onde é possível encontrar Ema?

É possível encontrar a ema na América do Sul e em alguns países: Brasil, Argentina, Uruguai e Bolívia. No Brasil a ema pode ser encontrada nas cinco regiões do Brasil, tendo sua maior concentração na região centro-oeste, mais especificamente no estado de Mato Grosso do Sul.

Para achá-las, basta procurar em regiões como cerrados, campos e grandes áreas com cultivo de soja e que possuam corpos d’água, onde permanecem vivendo no seu habitat, com nenhuma ou pouca interferência humana.

Características da ave

A ema é um animal com características peculiares, selecionamos nesse artigo algumas delas.

  1. possuem um longo pescoço que ajuda a caçar sua presa. Ela também possui longas pernas, o que proporciona ganho de velocidade quando necessário.
  2. A ema macho possuo em média 170 cm e a fêmea 134 cm de altura, lembrando que a ema é considerada a maior ave brasileira. Quando alcança a idade adulta, pode chegar até 2 metros de comprimento.
  3. A ema macho pode pesar até 35 g e a fêmea até 32 kg.
  4. Para saber diferenciar a ema macho da fêmea basta atentar para as seguintes diferenças, o macho possui o pescoço mais grosso e com o tórax e parte do dorso com plumagens mais escuras. Já a da ema fêmea possui uma plumagem cinza mais clara.
  5. Por não conseguirem voar, quando elas se sentem ameaçadas, fogem em alta velocidade, que pode chegar até 60 km/h, e com passos que chegam a 1,5 m.

Elas correm no modelo de ziguezague, no momento da corrida, suas asas fazem um movimento alternado que mesclam o levantar e o abaixar, isso lhes proporciona equilíbrio fazendo com que possam mudar de direção, mais raramente elas também correm em linha reta.

  1. No período de incubação, quem se responsabiliza é o macho, e cabe a ele também cuidar dos filhotes.
  2. Vive sempre em grupos, com diferentes idades entre si, geralmente estão em grupos de 5 a 30, mas podem chegar a um número bem alto.

A ema possui um número de predadores um pouco longo como, o lobo-guará, a onça-pintada, algumas espécies de gaviões, o lagarto teiú, entre outros que mesmo não fazendo parte de sua cadeia alimentar, atacam a ema e a ferem.

Infelizmente por conta da caça e do comércio de sua pele, e de outras interferências do ser humano, a União Internacional de Conservação da Natureza (IUSN), já classificou a ema como um animal na categoria de quase amaçada.

Alimentação

Podemos dizer que a alimentação da ema é bem leve, elas pastam lentamente e com calma. Por se tratar de uma espécie onívora, sua dieta é em grande parte bem simples, desde filhotes a adultos, elas se alimentam de sementes, folhas e frutos, soja, milho, de insetos, moluscos terrestres, e de pequenos animais como: lagartixa, rãs, cobras, peixes.

Algo interessante na sua alimentação, é que elas engolem pedrinhas e outros objetos, que irão ajudá-las no processo de trituração e digestivo.

reprodução ema
Foto: Reprodução.

Reprodução da Ema

Os meses de reprodução das emas vão de julho a setembro, podendo s estender até outubro, nesse período, os grupos se dividem, e formam pequenos bandos.

Nessa época é possível notar não só, um aumento de agressividade por parte dos machos, como também o seus métodos, onde eles fazem de tudo para chamar a atenção das fêmeas usando movimentos que se assemelham a uma dança, abertura excessiva das asas e o canto.

Os machos dessas espécie possuem várias parceiras, chegando até 6 fêmeas, estas também irão acasalar com outros machos. Após o acasalamento o macho tem uma grande responsabilidade, que é a de construir os ninhos que irão aguardar as fêmeas depositarem os ovos.

Os machos que promovem o processo de chocar os ovos também, são uma média de 26 a 56 ovos, sendo que como cada macho acasala com 6 fêmeas, cada uma põe por volta de 5 ovos.

O processo de incubação pode durar cerca de 27 a 41 dias. Outra tarefa do macho é a cada 24h virar os ovos, para fazer com que eles possam ser chocados perfeitamente.  Depois do processo de postura dos ovos, as fêmeas passam a acasalar com outros machos que irão gerar mais ovos.

Canto da ema

Algo que chama a atenção no que diz respeito ao processo de reprodução, é o canto dos machos, esse canto consiste em um urro potente, que lembra o de um grande mamífero, como por exemplo de um boi, eles podem vocalizar por muito tempo, algo que pode durar várias noites. Quando filhotes, eles emitem sons que se assemelham a assobios com desenhos melódicos.

A ema é um animal que merece além de atenção, uma proteção contra a biopirataria, é importante conhecer sobre a espécie e preservá-la em seu habitat natural.

Veja também

chupim

Chupim

O Chupim é uma espécie nativa do Brasil que também está presente na Argentina, Uruguai, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *