Home » Aves silvestres » Juriti
juriti
Foto: Reprodução.

Juriti

O nome científico Juriti é Leptolila do grego leptos = esbelto,delgado, magro e ptilon = plumagem.

Onde vive o juriti?

O Juriti vive em quase todos os estados do Brasil. E também está ao sul dos Estados Unidos e na Argentina. Também é conhecido com ave plumagem esbelta de Verreaux.

Isto é em homenagem aos naturalistas e coletores de origem francesa Edouard Verreaux e Jules Pierre Verreaux, descobridores da espécie.

Características da espécie

O Juriti tem comprimento geralmente é de 29 centímetros e seu peso está entre 160 e 215 gramas. Sua penas ou plumagem são marrons e seu peito claro.

A cabeça é cinza com alguns reflexos metálicos em sua nuca e alto dorso. É uma ave columbiforme, pertencente a família Columbidae.

Quando está em pleno vôo, nota-se uma cor vermelho ferrugem embaixo das suas asas. E tem coloração azul ao redor do seus olhos. A juriti é muito arisca, observa rapidamente, alça vôo logo e se esconde.

O juriti prefere habitar na área de mata ou ambientes mais arborizados.

É bem comum ela encontrá-la procurando alimento em lugares quentes como por exemplo capoeiras, campos, nas bordas de florestas densas e também em cerrados.

É super adaptável pois pode viver sozinha ou em pares.

Quando perturbada, ela foge caminhando e tendo cuidado para não fazer barulho ou também voa e muito bem, emitindo um som característico seu até a árvore mais próxima.

Sua mobilidade no solo é em passinhos rápidos e miudinhos.

Tem o costume de parar sua cabecinha em cada passo que dá quando anda. Isto é para cuidar do que está ao seu redor, instinto natural de sobrevivência. Nunca saltita. Também tem o costume de bocejar.

Não esconde a cabeça entre as penas dorsais quando vai dormir. Gosta muito de tomar seu banho e consome água sempre nas primeiras horas do dia e ao entardecer.

Expectativa de vida da juriti

O Juriti em habitat natural pode viver de 4 à 6 anos. Em cativeiro, até 15 anos.

Tipos de Juriti

Existe o Juriti pupu (Leptotila verreaux) que tem na nuca plumagem com reflexos azuis e a fronte e tons de cinza. O restante do corpo é geralmente plumagem marrom com cinza.

E a Juriti gemadeira (Leptotila ruflaxilla) que tem em sua nuca plumagem em tons arroxeados.
Sua fronte tem tons brancos e o restante da plumagem, marrom avermelhado.

Também existe a Juriti safira (Geitrygon saphirina) que significa pomba da terra de cor safira. Tem plumagem multicolorida com o dorso em tom safira, característico de sua espécie. Seu bico e olhos são escuros, cabeça acinzentada com uma coroa azul no alto.

O Juriti pupu tem 14 subespécies entre elas a Leptotila verreauxi riottei, Leptotila verreauxi zapluta, Leptotila verreauxi capitalis e a Leptotila verreauxi angelica.

Também tem a Leptolila verreauxi fulviventris, Leptolila verreauxi bangsi, Leptolila verreauxi tobagensis e a Leptolila verreauxi brasiliensis.

Reprodução

juriti
Foto: Reprodução.

Após o macho fazer seu cortejo de conquista, é a vez da fêmea cortejar. Durante o ritual, o macho fica muito nervoso, balançando sua cauda.

Os namorados se acariciam na cabeça e se alimentam juntos com massa regurgitada do papo, sempre antes da cúpula.

A construção de seu ninho é à 5 metros do solo. Geralmente é feito por gravetos sem forro. Ele é demasiadamente raso, tanto que os ovos podem correr o risco de caírem.

A fêmea tem por costume construir seus ninhos em pés de café, no interior das matas e grutas calcárias.

A fêmea Juriti geralmente deposita 2 ovos em coloração branca ou creme. A incubação desses ovos é feita também pelo macho e dura geralmente 14 dias. No início, os filhotinhos são alimentados com leite de papo.

Alimentação

O juriti vai ao chão com frequência para conseguir encontrar os grão para se alimentar. Mas na falta das pequenas frutinhas, vegetais e grãos, caçam pequenos insetos. Com movimentos rápidos, vira as folhas para colher as frutinhas e grãos caídos.

Canto do juriti

Como o Juriti pupu é muito arisco, sua presença é notada na maioria das vezes por seu canto que tem característica melancólica e repetitiva: “ pu… puuu”, este som é o que deu origem ao seu nome popular. Além deste canto, o Juriti pupu também produz um ruído sibilante em sua rotina vivencial.

O Juriti gemadeira canta sempre durante os meses da primavera e do verão. Isso facilita notarmos sua presença com mais facilidade. O juriti gemadeira emite um som semelhante a “ u…u…u…u…u…” com intervalos de aproximadamente 5 segundos em cada canto.

O juriti safira, outra ave arisca, também tem geralmente sua presença nota com seu canto. Este canto é estridente e repetitivo, ele vocaliza um “ca whoooo… ca whoooo também com intervalos aproximados de 5 segundos entre cada canto.

Veja também

chupim

Chupim

O Chupim é uma espécie nativa do Brasil que também está presente na Argentina, Uruguai, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *