Skip to content
Pássaros Exóticos

Bem-Te-Vi

O Bem-Te-Vi é um pássaro muito comum no Brasil, encontrado nas áreas urbanas e rurais de todas as regiões do país. Tem um canto marcante e fácil de reconhecer. Conheça mais sobre o Bem-te-vi no texto a seguir.

Bem-Te-Vi

O Bem-Te-Vi é um pássaro da família dos Tyrannidae. Seu nome científico é Pitangus sulphuratus. Os índios o chamavam de Pitanguá-guaçú ou papa-moscas.

Além do Brasil, o Bem-Te-Vi é muito comum e popular em toda a América do Sul, Estados Unidos e América Central. Outros nomes populares são utilizados para o pássaro como:

  • Pitanguá;
  • Pituã;
  • Puintaguá;
  • Bem-te-vi-verdadeiro;
  • Bem-te-vi-de-coroa.

Veja a seguir nesse artigo tudo sobre esse pássaro típico, sinônimo de beleza do Brasil.

Características do Bem-Te-Vi

Tem uma coloração amarelada na parte inferior de barriga, o dorso é em um tom pardo, possui uma listra branca na parte superior da cabeça, a cauda e o bico são pretos.

O bico do Bem-Te-Vi é achatado, longo, muito resistente e encurvado. A garganta do pássaro é branca e ele possui um topete amarelo que só é visto quando a ave o levanta em momentos de perigo e defesa do território.

O macho e fêmea tem o mesmo padrão de características, não evidenciando nenhuma diferença visível sexual. Além disso são aves extremamente territorialistas que atacam outros pássaros que tentam invadir seu espaço.

Tamanho do Bem-te-Vi

O Bem-Te-Vi é um pássaro de porte médio que pode medir entre 20,5 a 25 centímetros de comprimento e ter um peso entre 52 e 68 gramas. Não há grandes diferenças entre o macho e a fêmea.

Alimentação do Bem-Te-Vi

A alimentação desse pássaro é bem variada. Ele se alimenta de:

  • Insetos
  • Frutas (maçãs, bananas, laranja e outras)
  • Ovos e filhotes de outros pássaros
  • Flores de jardins, minhocas, pequenas cobras, lagartos
  • Peixes, crustáceos, girinos, pequenos roedores, parasitas como carrapatos de bovinos e equinos.

É excelente caçador e o bico resistente o auxilia nessa função. Pode pegar sua presa durante seu voo ou em árvores, plantas e flores.

O Bem-Te-Vi ajuda no controle de pragas de insetos em lavouras e zonas urbanas, por isso é um pássaro importante para manutenção do equilíbrio em determinados ecossistemas.

Em áreas urbanas é comum ver a ave se alimentando de ração industrializada para cães e gatos e restos de alimentação humana.

Reprodução do Bem-Te-Vi
Foto: Reprodução

Reprodução

A época de reprodução do pássaro vai de agosto a dezembro. São espécies monogâmicas, ou seja, a ave tem um único parceiro por toda a vida.

Seus ninhos são feitos em árvores altas e sem folhas, preferencialmente, a fim de garantir a segurança dos filhotes, mas podem fazer os ninhos em cavidades de postes de energia elétrica e telhados de barro.

Utilizam uma diversidade de materiais para construção dos ninhos como:

  • Capim seco, pina e gravetos
  • Papel, plástico e fios.

Esses ninhos são grandes e fechados com uma abertura lateral apenas. Podem ainda utilizar ninhos de outros pássaros.

As fêmeas podem pôr de 2 a 4 ovos que são chocados pelo casal. Depois que os filhotes nascem é o casal que cuida deles.

Durante esse período de reprodução, os bem-te-vis se tronam superproteções e atacam qualquer ave que tenta se aproximar do ninho.

Gaiola

Para criação do Bem-Te-Vi em cativeiro, o criador deve ter liberação do IBAMA e as gaiolas devem ser espaçosas para que as aves possam voar e com comedouros e bebedouros para alimentação e hidratação dos pássaros.

Cuidados especiais necessários com o Bem-Te-Vi

O Bem-Te-Vi é um pássaro que se adapta muito bem diferentes lugares e tem se aproximado muito das áreas urbanas, o que pode causar ameaças à sua sobrevivência.

Para garantir um pássaro saudável e seu cantar marcante, evite dar alimentos industrializados para os pássaros, evite prendê-los em gaiolas inadequadas.

Sua alimentação é muito variada, tudo que lhe for oferecido, ele come. Por isso, em cativeiro, prefira ração balanceada encontrada em lojas especializadas, sementes, frutas limpas e frescas, garantindo uma alimentação saudável.

As gaiolas devem estar sempre limpas e longe de predadores, com água e comida fresca. E os filhotes devem ser alimentados com insetos, frutas, répteis, girinos, filhotes e ovos de outros pássaros. Não dê leite aos filhotes porque eles são intolerantes ao produto.

Evite dar água para os filhotes, a ingestão de água pode encher os pulmões dele, levando-o a morte. A água só deve ser introduzida na dieta do filhote quando ele estiver pulando no local onde está sendo cuidado.

O filhote pode comer ração de cães e gatos. Logo a ração deve ser macia e morna para evitar que o pássaro engasgue com ela.

Canto do Bem-Te-Vi

O canto desse pássaro é marcante e é muito fácil de ser reconhecido. É um canto trissilábico, lembrando as sílabas bem-te-vi. É por essa razão que o pássaro leva esse nome.

Curiosidades sobre o Bem-Te-Vi

O pássaro está presente em muitas lendas e histórias contadas pelos mais velhos. Uma delas diz que Deus odeia a ave porque quando Jesus tentou se esconder dos soldados que o perseguiam, ele cantou dizendo “bem te vi, bem te vi”, fazendo os soldados perceberem a presença de Jesus.

É obvio que essa história é imaginária, mas o fato é que esse pássaro faz parte do imaginário de diversas populações e isso está relacionado muito ao seu famoso canto.

O Bem-Te-Vi está presente também em muitas canções e poemas que retratam a beleza de suas cores vivas e também do seu canto.

Bem-Te-Vi
5 (100%) 3 vote[s]